www.osteopatiagoiania.com.br

PERNA CURTA - FALSA X VERDADEIRA


A Osteopatia nasceu dentro de uma perspectiva visionária para sua época, 1874. O organismo quando está em desequilíbrio, pode favorecer um caminhar em direção às patologias. A grande idéia sanitarista, inclusive eu diria, é que ao agirmos no sentido de restaurar o equilíbrio, o organismo reencontra seu poder de auto-cura e assim muitas vezes dificulta ou mesmo impede a instalação de patologias.

A doença não resistirá à saúde.


A perna curta verdadeira não será nosso assunto de interesse, pois a causa é estrutural. Assim irei focar na falsa perna curta. O leigo perguntará qual a diferença? A perna curta verdadeira não é necessariamente patológica, mas durante o crescimento uma perna desenvolveu mais que a outra por questões genéticas apenas, não tendo o que fazer na Osteopatia, uma vez que normalizamos disfunções. A perna curta falsa é ocasionada por um desequilíbrio na função, ou seja, uma disfunção de movimento. Este sim um assunto que interessa ao Osteopata.  

Em ambos os casos um bom tratamento ocorre pelo uso de palmilhas para correção da diferença. Acontece que é preciso esclarecer uma questão: neste terreno existem controvérsias a respeito do momento ideal de iniciar o uso das palmilhas. As Palmilhas não são área de atuação do Osteopata, mas temos uma visão sobre o assunto que difere destas “controvérsias”. Em geral, a grande maioria diz não ser preciso usar palmilhas antes de uma diferença superior a 1,5cm. Somos contrários a este posicionamento, pois valorizamos a função. Vamos brincar um pouco com esses que defendem esta idéia de só usar no mínimo a partir de 1,5cm. Eles dizem que antes deste patamar nenhum mal é ocasionado ao organismo. Sugiro então convidarmos uma pessoa que defende essa crença a participar de um estudo de um ano, onde o mesmo será avaliado e participará do estudo desde que tenha como critério nenhuma diferença entre os membros, e esteja muito saudável, ou seja, ele é normalíssimo. Colocaremos uma palmilha para que esse sujeito fique com uma diferença de 1,5cm e ao final de um ano, é pouco tempo mais tudo bem, verificaremos sua saúde como um todo. Será que alguém que defende essa idéia do critério mínimo, para o uso das palmilhas, teria coragem de participar?!  

Colocada todas as principais questões, vamos passar ao assunto que motivou este texto, A falsa perna curta. Muitas pessoas vêm sendo tratadas apenas com palmilhas durante muito tempo. Digo isso baseado em uma possibilidade de tratamento dentro da Osteopatia, "sem o uso das palmilhas", onde essa perna curta será tratada em dez minutos. Isso mesmo que você esta lendo, avaliação e tratamento em dez minutos. Estou falando dos casos que o desequilíbrio esta na função e só neste caso. O tratamento se baseia em normalizar as disfunções articulares e favorecer o equilíbrio, por isso é tão rápido e eficaz, pois vamos, na causa do problema. As respostas são da ordem de 90% no mínimo, e em raros casos não zera totalmente a diferença, mais diminui muito ao ponto de quase zerar. Assim, retirado o máximo de desequilíbrio, é hora de usarmos as palmilhas. A partir deste ponto é o momento de usar as correções, em geral por longos períodos, infelizmente!!! Vamos ressaltar que o tratamento é principalmente para as falsas pernas curtas, mas uma perna curta verdadeira também se beneficiará, uma vez que a diferença pode diminuir muito. Por quê?! Ora! Quem pode afirmar a uma pessoa, ser ela portadora de uma Perna curta verdadeira sem uma falsa em conjunto. Assim criando uma hipótese ela tem 1,5cm de verdade + 1cm de falsa, logo um total de 2,5cm. O tratamento da disfunção irá corrigir este centímetro à mais, restando apenas o componente estrutural que deverá ser tratado com as palmilhas. Pensando naquele critério de 1,5cm, poderia este caso hipotético até ficar sem palmilha, contudo idealmente as palmilhas deveram ser usadas pelo resto da vida em prol de uma boa saúde.

Drs e Dras da saúde atentem para este texto. A Osteopatia não trata patologia, mas pode colaborar em seu tratamento.

AGENDE SUA CONSULTA

logo-rodape
(62) 3941 - 4382
Rua 13, N°1436, St. Marista - Goiânia ( Próximo à T-9)
e-mail: contato@osteopatiagoiania.com.br

LOCALIZAÇÃO

Saiba onde estamos
localizacao
..Clique aqui


youweb
Desenvolvimento de sites goiânia

© 2010 Osteopatia - Todos os Direitos Reservado