www.osteopatiagoiania.com.br

OSTEOPATIA EM BEBE

dsc01205Um belo dia nasce um lindo bebe, tudo nele é “perfeito”, então ele cresce e torna-se um indivíduo sadio e feliz, tudo maravilhoso. Ninguém pode afirmar se ao longo deste caminho, ocorreram ou ocorrerão intercorrências, como: resfriados, refluxo gastroesofágicos, cólicas, amigdalites (às vezes até de repetição), dificuldades de aprendizagem (na escola), etc. coisas da infância..., diriam todos. Pois bem! Pense na seguinte hipótese: você está vivendo um momento na vida de muito cansaço, sabe que sua imunidade não anda lá muito boa, até porque tem se alimentado mal, e derrepente é surpreendido e pega aquela chuva de ficar “encharcado”, o que normalmente já pensamos que poderá ocorrer?! É, é, é, é, é,... aquele “baita” resfriado, ou melhor, dizendo uma gripe daquelas, que pode até virar uma... PNEUMONIA. E se você não estivesse tão cansado, e sua imunidade estivesse em dia, e bem alimentado, talvez a chuva representasse até uma brincadeira e o resfriado passaria milhas de distância. Penso que todos sabem disto!!! Isso tudo para tentar fazer um paralelo com um sistema orgânico, e uma terapia, ainda pouco conhecido e que pode fazer uma enorme diferença, para os bebes principalmente, mas para todo indivíduo vivente. Estou falando da Osteopatia Craniana, hoje mais conhecida por Terapia Crânio-Sacral (TCS). Principal ferramenta da osteopatia para atuar nos bebes e primariamente no sistema crânio-sacral, sistema este descoberto oficialmente por volta de 1928, que apresenta um ritmo fisiológico de 06 a 12 repetições por minuto, e que os osteopatas entendem ser um excelente organizador e regenerador mecânico do organismo. 

“... Existe um estudo clínico de cinco anos empreendido num hospital do Maine-USA, no qual cada recém nascido recebia um tratamento de TCS (Terapia Crânio-Sacral) antes de ir para casa. Durante o primeiro ano a incidência de doenças que precisavam de hospitalização entre as crianças que haviam recebido uma sessão de TCS foi menor que a metade daquelas crianças que haviam nascido em hospitais vizinhos e não tinham recebido TCS.”...
FONTE: The Nation’s Contemporacy Magazine for Physical and Occupational Therapy—VoI.5, No 40—Outubro de 1997.


O Osteopata irá atuar com os bebes principalmente em dois sistemas: o Crânio-Sacral e o visceral. O refluxo gastroesofágico, por exemplo, é muitas vezes apenas uma desorganização mecânica da cárdia (válvula responsável de impedir o refluxo quando funciona normalmente). O Osteopata efetuará uma manobra no sistema visceral com objetivo de normalizar esta disfunção de movimento, e assim ajudar o Médico no tratamento do refluxo que ainda não é uma doença.    

Voltando ao paralelo que iniciei, imagine que o crânio pode sofrer desorganizações ao nascimento e com isso tornar-se o causador de problemas da saúde deste bebe. Os remédios são uma excelente alternativa, mas a disfunção de movimento continuará existente, e sem a solução total. Você poderia perguntar!? A osteopatia não existia e os bebes sempre cresceram!? Concordo. Acontece que a cardiologia, por exemplo, um dia também não existia! Você consegue imaginar tratar os problemas cardíacos sem um cardiologista! O Osteopata trata disfunção de movimento e isso pode ser perguntado a qualquer Médico e/ou Farmacêutico os remédios não tratam.

O bebe ao nascer “todo mundo sabe”, tem a moleira aberta, e por isso temos de ter o maior cuidado, toda mãe sabe disto. Ora! Isso quer dizer que o crânio deste bebe é bem mole, ou seja bem deformável. O tornar-se adulto em contra partida vai endurecendo este crânio, por isso a proposta de tratar ainda em bebe, pois se torna muito mais fácil obtermos respostas orgânicas. 

O bebe pode ser tratado após 30 minutos do seu nascimento.

AGENDE SUA CONSULTA

logo-rodape
(62) 3941 - 4382
Rua 13, N°1436, St. Marista - Goiânia ( Próximo à T-9)
e-mail: contato@osteopatiagoiania.com.br

LOCALIZAÇÃO

Saiba onde estamos
localizacao
..Clique aqui


youweb
Desenvolvimento de sites goiânia

© 2010 Osteopatia - Todos os Direitos Reservado